INTOLERÂNCIA: OPINIÃO OU PATOLOGIA?

25/08/2019

O que está acontecendo com as pessoas?

Basta uma opinião diversa a respeito de religião, política, pessoa pública, cor da pele, liberdade de escolha, de opinião e uma enxurrada de ofensas, de sentimentos, de pensamentos e atitudes selvagens, dignas da idade média, tomam conta das redes sociais e passam a ser manchetes e o assunto do dia.

E a culpa é sempre do outro.

A cultura do ódio, da raivinha, do chilique toma conta da sociedade e é importante olharmos para isso, pois os resultados são assustadores. Ofensas, agressões físicas e morais, consequências sérias e com repercussão criminal.

Se a opinião não tem cunho ofensivo e é isenta de sentimentos inferiores e selvagens, podemos refletir sobre ela. É uma manifestação de inteligência e civilizada.

Entretanto, com o que nos deparamos atualmente são opiniões carregadas de ódio, de desequilíbrio que parecem refletir o interior de quem emite o que expressa. Sentimos ao ler, ouvir e ver, a energia ali manifestada.

Se falar, agir, sentir e pensar é aquilo que carregamos no nosso universo interno, o que temos visto é um show de horror, pois as pessoas emitem verdadeiros pensamentos carregados de frustrações, de rancores, de carências que manifestam gritando, pois acreditam que assim serão ouvidas.

É importante que cada um se analise e perceba se o que expressa, seja escrevendo, falando, agindo, sentindo, pensando é de FATO SENSATO OU É UM DESCONTROLE DE SI MESMO?

Um grito para chamar atenção sobre si, pois em sua própria casa e família não são ouvidos e nem notados.

Para quem essas pessoas estão gritando?

Quem de fato está ofendendo?

Para o pai, para a mãe?

Para quem?

Quem grita dentro delas?

É a criança mal amada, agredida e abandonada?

Ou o adolescente rebelde que não aceita a diversidade e o NÃO?

É preciso buscar tratamento seja psicológico, psiquiátrico e espiritual, pois parece que há patologias em desenvolvimento e obsessão espiritual.

Estamos no século 21 e, tenho muitas vezes, a sensação de estar assistindo um filme antigo de intolerância e perseguição, de uma época em que as pessoas eram ignorantes.

Estamos na era da informação e do conhecimento, entretanto sem sabedoria de nada valerá.

Estamos no ano de 2019!

Em que época você está vivendo?

COM QUE OU COM QUEM de fato é a sua INTOLERÂNCIA?

Você está no momento:

EU TENHO RAZÃO - controlador e egóico? Ou

SOMOS TODOS UM - confiando no Universo?

Precisamos refletir e agir urgentemente!

Carmen Mírio