PSICOTERAPIA REENCARNACIONISTA

A Psicoterapia Reencarnacionista, a Reencarnação no consultório psicoterápico, é uma maneira profunda e transformadora de modificar o pensamento, ela quer mostrar para as pessoas que a sua história de vida, aquela na qual sempre acreditou, e todos acreditam nada mais é que uma história temporária, provisória, de uma estrutura também temporária e provisória, a história da sua persona, onde reside o Ego, que lê essa sua vida apenas desde a infância e acredita que ela é real, mas é apenas um pequeníssimo fragmento de uma história muitíssimo mais antiga, mais profunda: a história de Si mesmo.

A finalidade da Psicoterapia Reencarnacionista, é ajudar as pessoas, através das conversas e das investigações do inconsciente comandadas pelos seus Mentores, a entenderem para o que reencarnaram, porque criaram aquela infância, porque "pediram" para vir homem ou mulher, rico ou pobre, o filho mais velho, o 2º, o 3º, ou o caçula, por que precisaram daquele pai, daquela mãe, encarnar naquele país, naquela raça, naquela cor de pele, naquela religião familiar, e por que tudo o que acontece em nossa vida é o que nosso Espírito anseia e necessita, para que, usando do livre arbítrio, possa fazer uma de duas coisas: acertar ou errar.

A Psicoterapia Reencarnacionista é uma nova maneira de encarar e tratar as nossas mazelas, não como as antigas psicoterapias dos sentimentos e, sim, como a psicoterapia do pensamento. Questionar as histórias das personas fazê-las desmoronar através dos questionamentos que a Reencarnação traz, e ajudar as pessoas a encontrar a sua história verdadeira, a da sua Essência, é o modus operandi dessa terapia espiritual, a terapia da libertação, aqui na Terra, para quando chegarmos lá em cima, de volta para nossa Casa, não nos assustemos e nos envergonhemos quando nos mostrarem o Telão.

A Investigação do Inconsciente é uma técnica criada e incentivada pelo Mundo Espiritual para ser utilizada no Plano Terrestre, um beneficio para o Espírito encarnado, e isso que pode parecer uma contradição, pode ser conciliado, desde que seja observada a Ética em relação ao Esquecimento. Essa investigação deve ser realizada pelo Mentor Espiritual da pessoa e não pelo terapeuta.

Esse processo não deve nunca ser colocada a serviço da curiosidade. Não devemos infringir a Lei do Esquecimento, dirigindo o processo, ajudando a pessoa a saber coisas como: "Quem eu fui em outras vidas?", "Quem eu e minha ex-esposa fomos?", "Por que meu filho me odeia?", etc., e, sim, permitir que o Mentor Espiritual da pessoa, dentro do seu merecimento, lhe mostre e possibilite seu acesso ao que pode ver, ao que merece ver, ao que aguenta ver...

A investigação do inconsciente possibilita às pessoas recordarem aquilo que seus mentores entendem ser o mais adequado, seja vida atual ou vidas passadas e suas estadias no período inter-vidas, relembrando às constatações que aí fizeram os arrependimentos, as frustrações, as promessas pré-reencarnatórias, não cumpridas, etc

As finalidades da investigação do insconsciente pelo nosso Método são:

1 - Recordar características de personalidade, tendência de sentimentos, de atitudes, de posturas, em outras encarnações que não deram um bom resultado e que ainda manifestam-se hoje. É o benefício consciencial, utilizado para, entendida a sua Personalidade Congênita, encontrar a sua proposta de Reforma Íntima.

2 - Promover o desligamento das encarnações passadas acessadas, uma a uma, onde, geralmente, encontra-se a causa, a origem das fobias, do transtorno do pânico, das depressões severas, dores físicas crônicas, tristeza sem motivo, tendência de isolamento, etc., frequentemente sintomas acompanhados pela presença de Espíritos de pouca consciência, o que exige consulta e tratamento em Centro Espírita ou espiritualista de sua confiança.